Maurício: um sonho que se tornou realidade

Maurício Severo da Costa, 29 anos, natural de Porto Alegre sempre teve uma vida muito ativa, jogava futebol, handball, vôlei, corria e ia para a academia. Em 2008, depois de uma partida de futebol com os amigos, Maurício notou uma pequena saliência no seu tornozelo direito, tomou um analgésico e deixou passar. Um tempo depois começou a notar que o tornozelo inchava e ele já não conseguia correr como antes.

Com muita insistência dos pais e amigos, Maurício foi ao médico. Após uma radiografia o médico chamou-o de volta ao consultório para dar o diagnóstico, o jovem tinha um tumor ósseo alojado na perna.
Sempre com apoio da família, sua jornada em busca de tratamentos e de uma cura para o câncer foi longa e dolorida, culminando na decisão mais inesperada, a amputação da sua perna direita e as diversas sessões de quimioterapia para conter a possível metástase.

Após a amputação e o tratamento quimioterápico, Maurício e sua mãe foram orientados a procurar a AACD/RS e sua Oficina Ortopédica para que ele realizasse o sonho de voltar a andar. “A recepção foi ótima nesta Instituição e é assim até hoje.”, lembra Maurício ao recordar sua chega da AACD no ano de 2011.

Depois de 30 dias na Instituição, passando pelas fases necessárias à colocação da prótese, chegou o grande dia do Maurício. Na hora da entrega, com toda sua família presente, o melhor aconteceu, Maurício ficou em pé novamente e pôde dar os primeiros passos com a prótese.

Emocionado ao reviver a indescritível sensação de voltar a andar, Maurício destaca a importância da AACD: “A AACD na minha vida é como se fosse uma pessoa que em tão pouco tempo se tornou parte da minha família. Ela me proporcionou e me deu a visão de outra forma de como deveria, devo e de como estou encarando a vida, sempre com alegria, com garra, muita vontade de viver.”

“A AACD proporciona isto para milhares de pessoas, ”transformando sonhos em realidades”, assim como transformou a minha. Agradeço eternamente por tudo isso.”

Hoje Maurício já está com a terceira prótese feita de forma personalizada pela AACD/RS, já voltou ao trabalho, à academia, aos jogos do Grêmio, às viagens com a namorada e com os amigos. Retomou a sua rotina graças a sua força de vontade e o apoio da Oficia Ortopédica da AACD/RS.