A musicoterapia é a utilização da música e/ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia), com um paciente ou grupo, para facilitar ou promover a comunicação, o relacionamento, a aprendizagem, a mobilização, a expressão, a organização e outros objetivos terapêuticos relevantes. O propósito é alcançar as necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

Em pacientes adultos, por exemplo, com Mal de Parkinson, a Musicoterapia melhora os sintomas da rigidez muscular e os tremores de repouso, prevenindo as quedas. Em pacientes, vítimas de TCE e AVC há melhoria da memória, da fala e da linguagem, da autoestima, possibilitando a aceitação dos pacientes à sua realidade atual e melhorando, consequentemente, a sua qualidade de vida.

Os objetivos terapêuticos da Musicoterapia estão realinhados com a dinâmica da equipe de reabilitação, promovendo o desenvolvimento de potenciais ou restabelecendo funções para uma melhor integração pessoal e inclusão social dos pacientes.